Conceição quebra o silencio e responde fortemente a críticas por não colocar Nico e Iván Jaime

a conferência de imprensa de antevisão ao jogo da Taça de Portugal diante do Estoril, Sérgio Conceição foi questionado sobre se Nico González poderá vir a ter mais minutos, depois da exibição no Bessa.

O treinador do FC Porto aproveitou para responder às críticas dos adeptos por não colocar a jogar este jogador e Iván Jaime, lembrando as particularidades de cada um dos casos. Conceição lembrou também que as pessoas não estão na posse de todas as informações e que não fará apostas só para agradar.

“Faz parte do percurso… Vejo algumas coisas por aí… O processo de adaptação e evolução é analisado por mim e pela equipa técnica. Posso não entender nada de treino, mas ando aqui há muito tempo, não sou cego. Sei ver a evolução, sei ver o que as pessoas esperam. O Iván Jaime teve dois meses parados. Não fez pré-época.

Quando pudemos dar-lhe carga, magoou-se. Voltou há 2 ou 3 semanas. Meter o Iván Jaime para depois de 20 ou 30 minutos não poder jogar mais… As pessoas não sabem de alguns pormenores e nós temos todos os elementos na mão. Quando estão prontos, a reagir bem e a treinar sem limitações, a perceber o que queremos deles, fica mais fácil metê-los dentro da equipa e, para eles, aproveitarem o momento. Uma coisa é ter contratações, outra é ter reforços.

E não digo que os que vieram não o são. São reforços, mas a seu tempo. Gostaria de ter o Ronaldo, o Messi… Fazemos contratações ao longo dos anos e, mais tarde, alguns são mesmo reforços. Mas isto é assim em todas as equipas. O adepto tem pressa, porque os jogadores deram resposta noutras equipas. Mas que equipas eram? Que objetivos tinham? No FC Porto é um bocadinho diferente.

O Iván Jaime vem do Famalicão, é jovem. O Nico veio do Barcelona sem ter muitos minutos na primeira equipa e chegou a um campeonato diferente. Se vamos meter porque somos simpáticos pra as pessoas ou porque vêm da equipa B… Não é por aí. Olho para os melhores dependendo dos treinos. Acredito que os sócios e pessoas dentro do clube tenham vontade de ganhar, mas não têm mais que eu“, afirmou.


Comments

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *